Pular para o conteúdo principal

Postagens

Estruturas de proteção costeira (parte 02) – Quebra-mar

Os Quebra-mares são obras longitudinais não aderentes, e tem este nome devido a sua implantação ser paralela a linha da costa e a certa distância da mesma, portanto, sem ligação. Normalmente são implantados em locais de profundidades maiores que os espigões, com a função de proteção da costa. são elementos concebidos para a proteção da costa travando a ação das ondas numa determinada área. Esta proteção é obtida devido às características destas estruturas, que dissipam e refletem a energia das ondas que as atingem . Sendo estas estruturas muito utilizadas em portos com o objectivo de tirar partido das suas características e possibilitar zonas de fraca ondulação, facilitando com isto a amarração de navios.
                         Figura: Quebra-mar instalado na entrada/boca do porto do Recife/PE.
Quebra-mares destacados São elementos singulares ou múltiplos. Estas estruturas não impedem a ação das ondas incidentes, são consideradas como uma barreira as ondas para dissipação da sua energ…
Postagens recentes

Estruturas de proteção costeira (parte 01) - Espigões

São diversas as estruturas marítimas, sendo estas aplicadas como medida de defesa e proteção costeira contra a erosão e a inundação da costa, também agindo e favorecendo a estabilização ou ampliação da linha da costa. Estas estruturas, ao impedirem a livre ação das ondas e ordenarem/direcionarem a circulação de sedimentos, protegem praias, costas, bacias e portos. Segundo Ceccarelli (2009), as obras de proteção costeira podem ser classificadas, quanto à sua localização, em obras transversais (espigões), Obras longitudinais aderentes e não aderentes, alimentação artificial das praias, diques, fixação de dunas de areia e comportas. Espigões
Uma destas estruturas são os espigões (groins) que são usualmente implantados de forma perpendicular à praia e quase sempre em linha reta e são projetadas para interceptar à deriva litorânea favorecendo a construção da praia de proteção e atrasando a erosão da praia existente (KAMPHUIS, 2000; SILVA, 2015).
Figura: Espigão - Fortaleza/CE

Segundo Souza (20…

EROSÃO COSTEIRA

A erosão costeira é um dos sérios problemas que enfrentam diversas comunidades costeiras ao redor do globo. Poulton et al. (2006) relatam que as consequências para a vida, os bens e o meio ambiente podem ser enormes. Contudo, os perigos e as consequências são normalmente negligenciados pelos proprietários privados de áreas costeiras e de forme igualitária poder público nas suas diferentes esferas. Diante disto, a ocupação desenfreada é um dos principais agentes transformadores em regiões com grandes riscos, uma vez que os fenômenos naturais são em sua maioria previsíveis (Souza et al., 2005; Suguio, 2010). As áreas costeiras caracterizam-se pelas situações de tênue equilíbrio dinâmico, como por exemplo, entre as taxas de deposição e de erosão das feições costeiras, que caracterizam as costas em avanço ou em retração, respectivamente (Suguio, 2010). Por sua vez, o seu estudo é um dos aspectos fundamentais nas pesquisas desenvolvidas sobre os ambientes costeiro e marinho, pois o conheci…

Noruega vai construir o primeiro túnel para navios de grande porte no mundo

O governo da Noruega deu o sinal verde ao anunciou que quer construir o primeiro túnel no mundo para navios, com o objetivo de ajudá-los a navegar por uma secção instável da costa sudoeste do país.
O túnel, que terá o nome de Stad Ship Tunnel, será localizado no ponto mais estreito da Península de Stad.


O projeto custará 2,7 bilhões de krone (£ 260 milhões), mas a Noruega - com sua enorme riqueza de petróleo e gás do Mar do Norte - pode facilmente pagá-la.

O túnel, através da Península Stad, no oeste da Noruega, será grande o suficiente para permitir que atravesse navios de até 16.000 toneladas métricas, incluindo cargueiros e navios de cruzeiro. Atualmente, o Norwegian Coastal Express navios de cruzeiro e ferries vela para a cidade de Aheim sobre o Vanylvsfjord e, em seguida, tem que percorrer todo o caminho em torno da Península Stad para chegar Måløy. O túnel em si é configurado para se tornar uma atração turística em seu próprio direito quando se abre em 2029. O projeto do túnel foi es…

CASO DE OBRA DE BARRAGEM COM PROBLEMA – Galgamento de Barragem

1.INTRODUÇÃO
O Açude de Orós está localizado no município de Orós, Estado do Ceará, aproximadamente a 450 km de Fortaleza, no rio Jaguaribe, e drena uma área de 25.000 km². Trata-se de um  reservatório de uso múltiplo, tendo como finalidades: a perenização do rio Jaguaribe;  irrigação do médio e baixo Jaguaribe; piscicultura; culturas agrícolas de áreas de montante;  turismo e aproveitamento hidrelétrico .
2.ENTENDA O CASO
Extensivamente estudado desde 1919, o projeto previa barragem com altura máxima de 54 m, crista na El. 209 m com 10 m de largura, taludes montante 2,5H:1,0V e taludes jusante  2,0H:1,0V. A barragem teve sua construção iniciada em 1958, com maciço em terra zonada,  composto por:
• núcleo impermeável, correspondente à maior parte do maciço, constituído por mistura de  argila, silte e areia e algum pedregulho, espalhado e compactado em camadas de 15 cm por  meio de rolos pé-de-carneiro. Ocupa no topo praticamente toda a largura da pista e se estende com talude 1,0H:1…

Túnel Liner (Método não destrutivo)

BUEIROS METÁLICOS EXECUTADOS SEM INTERRUPÇÃO DO TRÁFEGO 1.GENERALIDADES Esta especificação trata dos procedimentos a serem seguidos na execução de bueiros metálicos montados sob vários tipos de terrenos naturais, bem como sob aterros existentes, sem interrupção do tráfego (Método Não Destrutivo).
2. MATERIAIS
2.1.  Chapas metálicas corrugadas galvanizadas Serão utilizadas chapas metálicas corrugadas galvanizadas para os casos em que não sejam previstas condições de utilização agressivas. As chapas serão fornecidas pelo fabricante acompanhadas dos parafusos e porcas necessárias à montagem, bem como das ferramentas apropriadas.
2.2.  Chapas metálicas corrugadas revestidas com epoxy A utilização de chapas metálicas corrugadas revestidas com epoxy é indicada para situações em que sejam previstas condições de utilização agressivas, como aquelas prevalentes em regiões litorâneas, regiões urbanas e na condução de esgotos sanitários e/ou despejos industriais.
Além das porcas, parafusos e ferramentas …