Pular para o conteúdo principal

O que são Draglines?

DRAGLINE




Walking draglines é um equipamento de movimentação de terra, sendo predominantemente utilizados em mineração de superfície.

As maiores draglines são utilizados na mineração para remover as camadas do solo que abrange o carvão. As menores, podem ser utilizados para limpeza de canais e barragens.

Esse equipamento, foi inventado em 1904, por John W. Page (Page Schnable, contratante) para utilização em canal de Chicago nos Estados Unidos.

Em 1910 a empresa Bucyrus Erie entrou no mercado. A empresa foi a pioneira na introdução de draglines para a indústria mineira.

Em 1914 a empresa Harnischfeger Corporation, entra no mercado com os seus próprios modelos movidos a gasolina.

Em 1939 a empresa Marion Steam Shovel Dredge Company (fundada em 1884 por Henry Barnhart, George W. King e Edward Huber) entrou no mercado com a sua própria versão de dragline. A empresa mudou o seu nome para Marion Power Shovel Company em 1946.

No ano de 1979, a Liebherr desenvolveu o primeiro dragline do mundo com acionamento hidráulico e controle eletrônico.

Em 1988, Harnischfeger Corporation (estabelecido em 1884 como P&H Mining por Alonzo Pawling e Henry Harnischfeger) adquire a Page Engineering e as draglines passam a ser comercializadas sob a sua linha de "P&H".

Nos Estados Unidos, durante mais de 100 anos, a Bucyrus e a Marion competiram (como Intel e AMD) para ver quem construía as maiores draglines do mundo. Em 1997, a Bucyrus comprou a Marion, acabando com a rivalidade secular. De 1882 até hoje, a Bucyrus-Marion fabricaram 90% das draglines existentes no mundo e suas draglines escavaram o canal do Panamá.

Foi a Marion que construiu em 1965, a The Captain, a maior escavadeira do mundo até então. The Captain pesava 14000 toneladas, tinha 66 metros de altura e se movia sobre esteiras e sua gigantesca pá removia de uma só vez 270 toneladas de terra. The Captain foi desmontado em 1991.

A Bucyrus (fundada em 1880) respondeu com o término da construção em 1969 (levou 2 anos) do Big Muskie, a maior dragline do mundo. O Big Muskie pesava 14000 toneladas, tinha 68 metros de altura, 149 metros de comprimento, 46 metros de largura e se movia sobre sapatas, se rastejando. Sua gigantesca pá removia de uma só vez 325 toneladas de terra. Os cabos de aço tinham um diâmetro de 12.7 cm. O Big Muskie era movido a eletricidade, proveniente de um cabo elétrico de 13800 volts. O Big Muskie foi desmontado em 1991.

A Bucyrus, Liebherr e a P&H são as únicas empresas que fornecem draglines para a mineração de superfície no mercado brasileiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIPOS DE SOLOS

Introdução Solo, do latim solum, o material da crosta terrestre, não consolidado, que ordinariamente se distingue das rochas, de cuja decomposição em geral provêm, por serem suas partículas desagregáveis pela simples agitação dentro da água [Holanda, A. Buarque de]. Geologicamente, define-se solo como o material resultante da decomposição das rochas pela ação de agentes de intemperismo. No âmbito da engenharia rodoviária, considera-se solo todo tipo de material orgânico ou inorgânico, inconsolidado ou parcialmente cimentado, encontrado na superfície da terra. Em outras palavras, considera-se como solo qualquer material que possa ser escavado com pá, picareta, escavadeiras, etc., sem necessidade de explosivos.
Agentes do Intemperismo: temperatura / pressão / alterações cristalinas / hidratação / agentes biofísicos – vegetação / agentes químicos – dissolução, oxidação, redução,hidratação, hidrólise, lixiviação. 
Origem dos Solos Com base na origem dos seus constituintes, os solos podem ser di…

Cimento Pozolânico

O cimento pozolânico é constituído de clínquer portland, gipsita (alguns porcentos) e cerca de 10 a 40% de Pozolana.

As pozolanas são materiais naturais ou artificiais finamente divididos que; em contato com hidróxido de cálcio, na presença de umidade, formam compostos aglomerantes, visto que a pozolana por si só não constitui material aglomerante. Estes compostos são análogos aos do cimento portland. As pozolanas naturais mais importantes são as cinzas vulcânicas, não encontradas no Brasil. As principais pozolanas artificiais são as cinzas volantes resultantes da combustão de carvão mineral em usinas termelétricas ou argilas ou folhelhos argilosos ativados por calcinação entre 700ºc e 900ºc. Os dois tipos são utilizados no Brasil.
O cimento pozolânico, devido a reação pozolana com o hidróxido de cálcio liberado durante a hidratação do C2S e C3S, apresenta uma resistência química maior, pois o hidróxido de cálcio facilmente solúvel encontra-se combinado na forma de silicato de cálcio de…

Blocos de Ancoragens

Durante o transporte de líquidos dentro de uma tubulação aparece empuxos decorrentes deste movimento que tendem a movimentar a tubulação. Para se evitar este movimento e procedida a utilização de blocos de ancoragem de concreto, é a técnica geralmente mais utilizada para equilibrar os esforços de empuxo hidráulico de uma canalização com bolsas, sob pressão.


PRINCÍPIO

Diferentes tipos de blocos de ancoragem podem ser colocados segundo a configuração da canalização, a resistência e a natureza do solo, a presença ou não de lençol freático. 

O bloco reage aos esforços de empuxo hidráulico de duas formas:
·por atrito entre o bloco e o solo (peso do bloco), por reação de apoio da parede da vala (engastamento).

Na prática, os blocos de ancoragem são calculados levando em consideração o atrito e a resistência de apoio sobre o terreno. 

Quando existem obstáculos ou se a má qualidade dos terrenos impossibilita a construção de blocos de ancoragem, é possível utilizar a técnica de travamento das juntas.